Blog

A variante da Franqueira

A variante da Franqueira

Escrito em 19 de dezembro de 2021

Após a passagem pela freguesia de Pedra Furada (concelho de Barcelos), e no topo da subida, os peregrinos do Caminho Português de Santiago têm a oportunidade de optar por seguir pela "Variante da Franqueira" do Caminho Português de Santiago. A "Variante da Franqueira" é uma das duas variantes existentes no concelho de Barcelos, tal como a Variante de Abade de Neiva.  Esta variante tem início no topo da subida, virando-se à esquerda, mesmo na entrada da freguesia de Pereira. Siga as setas amarelas e aprecie a tranquilidade desta variante por entre carvalhos, pinheiros e sobreiros. Aproveite e escute o chilrear ... Ler mais
Ser Hospitaleiro Voluntário no Albergue Cidade de Barcelos

Ser Hospitaleiro Voluntário no Albergue Cidade de Barcelos

Escrito em 29 de junho de 2021

O Albergue Cidade de Barcelos é um Albergue de Peregrinos que está disponível para acolher gratuitamente Peregrinos do Caminho Português de Santiago, ou qualquer outro itinerário de Peregrinação (aceita donativos livres e voluntários para suportar o seu projeto de Hospitalidade Jacobeia). O funcionamento do Albergue Cidade de Barcelos é assente em trabalho voluntário, nomeadamente como Hospitaleiro Voluntário. Ser Hospitaleiro Voluntário é uma outra forma de fazer o Caminho de Santiago mas, também, uma possibilidade de poder contribuir para a informação e o apoio aos Peregrinos que percorrem o Caminho Português de Santiago, promovendo, desta forma, a Peregrinação, o Caminho de ... Ler mais
A Aparição a "João Mudo" no Caminho Português de Santiago

A Aparição a "João Mudo" no Caminho Português de Santiago

Escrito em 15 de maio de 2021

Da consulta do livro "Lendas e tradições do Caminho Português de Santiago" (Xunta de Galicia, 2006; Galicia, Claudio Buratti Bermúdez, Portugal, Carlos A. Brochado de Almeida), conta a história que:  A encosta do Monte Crasto, em Balugães, três léguas a norte da cidade de Barcelos, era o local de pasto de um pequeno rebanho acompanhado por um pobre pastor, “mudo e simples”, de seu nome João Alves. O local era relativamente despovoado, mas carregado de relatos de “mouras encantadas” que vagueavam pelo monte em noites de luar, encaminhadas para a feira de Ponte ou, talvez, para Santiago de Compostela. Quem ... Ler mais