Blog

Os pontos negros no Caminho Português de Santiago

Os pontos negros no Caminho Português de Santiago

Escrito em 07 de Fev. de 2019

O Caminho Português de Santiago tem tido palco, no passado recente, de várias iniciativas (financiadas principalmente por Fundos Comunitários) que visaram, por princípio, a melhoria da Peregrinação pelo Caminho Português de Santiago (e suas variantes) e, consequentemente, o Apoio ao Peregrino nas várias vertentes. De facto, foi clara a "invasão" de material publicitário e/ou de promoção turística, da presença em feiras de Turismo, de publicação de "notícias", de sinalização (duplicada, por vezes) e de ações recreativas e culturais que, curiosamente, já constavam (algumas delas) nas programações anuais dos Municípios aderentes. Contudo, não têm sido visíveis investimentos em ações de melhoria da mobilidade em ... Ler mais
Pela Valorização do Caminho Português de Santiago

Pela Valorização do Caminho Português de Santiago

Escrito em 27 de Dez. de 2018

A proposta para a inclusão dos "Caminhos Portugueses de Peregrinação a Santiago de Compostela" (efetuada em 2015 - ver conferência em Barcelos pelo relator da proposta de inclusão aqui) na lista indicativa de Portugal para inscrição como Património Mundial da UNESCO inclui a indicação de cinco itinerários: - Caminho "Central", itinerário principal, entre Lisboa e Santiago de Compostela, via estruturante de todo o Caminho Português de Santiago, com passagem por Coimbra (Tesouro da Rainha Santa Isabel), Porto (antigo Hospital dos Palmeiros), S. Pedro de Rates (lendário discípulo de Santiago), Barcelos (Cruzeiro do Senhor do Galo), Ponte de Lima e Valença ... Ler mais
O Caminho sob o Silêncio das Estrelas

O Caminho sob o Silêncio das Estrelas

Escrito em 03 de Out. de 2018

"A imagem mais pura que me fica desta leitura (...) é aquela em que Mayte, exausta e quase sem água no seu cantil, vê Antón descobrir "por entre uma sebe de mato e silvas estorricadas", pequenas melancias que apanha e metendo-lhes um pequeno canivete e cortando-as em pequenos pedaços lhos oferece dizendo: "Toma, tal como a fome e a sede não têm dono, estes alimentos são uma dádiva da natureza." in Prefácio, por Luís Américo Fernandes, de "O Caminho sob o silêncio das estrelas", de Agostinho Leal. No próximo dia 12 de outubro de 2018, pelas 21h30, a nossa Associação promove ... Ler mais
×